top of page

Bobina duplo-cone Neurosoft obtém registro FDA para tratamento de TOC

Atualizado: 11 de mar.

O FDA reconheceu eficácia da EMT para o tratamento de TOC pela primeira vez em 2018, com base em estudo promovido pela Brainsway.


Em Março de 2023, o FDA reconheceu que a bobina duplo cone da Neurosoft (DCC-03-125-C) com o Neuro-MSD (conhecido nos Estados Unidos como CloudTMS), tem campo equivalente ao da bobina H7 (ou HAC, nome usado no estudo original), e pode ser usada para aplicação do mesmo protocolo.


Os parâmetros do protocolo FDA para TOC estão disponíveis no software Neuro-MS.NET. Nas versões a partir de Março de 2023 o nome inclui "FDA approved".

Protocolo FDA para TOC com bobina duplo cone

O software Neuro-MS.NET também ilustra o posicionamento da bobina ao buscar o hot-spot para resposta em membros inferiores (tibial anterior).


Posição da bobina para busca de área motora de membros inferiores

Após localizar o hot-spot, estime o limiar motor. O sítio para tratamento de localiza 4cm à frente desse hot-spot. Em cada sessão terapêutica são aplicados 2000 pulsos em 18 minutos: 50 trens a 20Hz por 2 segundos, 100% do limiar motor, pausa de 20 segundos.


É importante notar que o tratamento requer uma combinação de intervenção biológica e comportamental. Antes de cada sessão, é preciso engajar o paciente em um enfrentamento de suas obsessões ou compulsões específicas (pesquisadas pelo check-list de sintomas da escala Yale-Brown) e evocar desconforto psíquico em grau moderado. O ideal é que o grau de desconforto evocado antes do início da sessão, quando medido em uma escala subjetiva de 0 a 10, onde o grau máximo de desconforto seja 10, esteja na faixa de 7. Esse protocolo cognitivo "traz à tona o circuito disfuncional", facilitando assim a modificação do comportamento pela intervenção biológica.


Recomenda-se um regime de indução com sessões diárias de segunda a sexta por 6 semanas e acompanhamento dos sintomas com a escala Yale-Brown. Na fase aberta do estudo original, o índice de resposta (definido como queda de 30% no escore de Yale-Brown) foi ao redor de 70%.


Índices de resposta na fase placebo-controlada e aberta

Em 2019, após assistir aula de Abraham Zangen sobre esse estudo, no congresso da Clinical TMS society, produzi o seguinte vídeo, em que também falo de um marcador biológico relevante para o estudo do TOC: o N400.




387 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page